Modem/pt-br

De BrazilFW Firewall and Router

Modem em modo "Router" e em modo "Bridge"


Tabela de conteúdo

Modem em modo "Router" e em modo "Bridge"

  • Este apêndice trata de "modens". Aqui veremos:
    • O que é uma ponte (Bridge) e o que é um Roteador (Router)
    • Vantagens e desvantagens de cada modo.
    • Como acessar o Webadmin do Modem tanto no modo Roteador (Router) ou no modo Ponte (Bridge)


Modos de Operação

Bridge (Ponte)

  • O que é uma Bridge (Ponte)?
    • A Bridge tem o papel de interligar duas redes. Ela se limita a enviar os frames de um lado para o outro, sem alteração. As bridges são ditas como transparentes, pois os computadores por elas conectados não têm consciência de sua existência. No caso do ADSL, uma rede é o seu computador e a outra é a rede da fornecedora do link. Um modem funcionando como bridge não tem endereço de IP externo e não termina a conexão PPP (não faz autenticação). Ele somente faz o encapsulamento ATM (rfc-1483), ou seja, possibilita que sua rede ethernet "fale" com uma rede ATM (o ADSL no caso). Muitas vezes, neste documento, chamaremos de bridge conexões que não são literalmente uma bridge (como quando o modem faz tunelamento e permite o uso de um IP diretamente no computador, mesmo com o PPPoA), mas são a mesma coisa para efeitos práticos.

Vantagens

  • Não é preciso liberar portas específicas para programas.
  • Facilidade para alguns softwares trabalharem como servidores.

Desvantagens

  • Serve apenas como uma ponte entre o PC e a internet, daí o nome bridge.
  • É necessário que um discador autentique e estabeleça a conexão.
  • Para compartilhar uma conexão com a internet é necessário um roteador externo ou computador configurado como servidor de internet.


Router (Roteador)

  • O que é um Router (Roteador)?
    • O Roteador tem o mesmo papel de uma bridge, mas o faz de forma diferente. O roteador faz com que as duas redes se comuniquem de forma indireta, não transparente. O roteador só encaminha informação nos protocolos que ele conhece, de forma mais seleta e segura que a bridge. No ADSL, o roteador fica com o endereço de IP "real" e realiza NAT (network address translation), permitindo que os computadores dentro da rede local tenham endereços de IP privados (não validos na internet). Ou seja, permite que, com somente um endereço de IP válido, vários computadores, numa rede local, possam ter acesso à internet. Este processo é limitado, pois só permite que os computadores servidos por ele aceitem conexões passivas. Na prática isto pode significar que alguns programas que utilizam a internet podem não funcionar ou requerer configuração extra no roteador.

Vantagens

  • Compartilha a conexão com uma rede de computadores ou pode ser ligado diretamente a um computador.
  • Se necessário ele pode distribuir, dinamicamente, endereços IP (DHCP) para os computadores, não sendo necessário, na maioria dos casos, configurar nada nos computadores da rede, pois, por padrão, eles se conectam automaticamente à internet.
  • Maior segurança, pois contam com firewall interno e os computadores conectados recebem um endereço de IP local, não ficando diretamente expostos na internet.
  • Não é necessária a instalação ou configuração de discadores, o modem faz a autenticação automaticamente.
  • Possibilidades de diferentes configurações e controle de tráfego, conforme o modelo, entre outras vantagens.

Desvantagens

  • Necessidade de liberar portas para alguns programas.
  • Dificuldade para alguns softwares atuarem como servidores.

  • Afinal, qual a diferença entre modo Bridge (ponte) e Router (rotedor)?
    • Basicamente a diferença entre os dois modos é que um modem em modo bridge conecta você diretamente a internet, atribuindo ao seu computador um endereço IP da internet, enquanto um modem no modo roteador obtém um endereço da internet e controla o fluxo de dados para os computadores locais (IPs locais).
      Quando o modem funciona como bridge você não precisa abrir portas para programas específicos, talvez esta seja a única vantagem de usar um modem neste modo.


Acessando o webadmin do modem

  • Todos os passos, tando em router como em bridge, abaixo são válidos para:
    • Link único.
    • Vários links (LoadBalance) tanto em placas de rede individuais para cada link como em vários links em somente uma placa de rede (eth Virtual (veth))


Modem como Router (Roteador)

  • Configure o(s) link(s) de internet no BFW 3.x como conexão static ou DHCP. (Veja como no Capítulo <Conexões>).
  • Depois de tudo configurado e funcionando OK basta entrar com o endereço do modem em um navegador e teremos acesso ao webadmim dele.

  • Modem com o endereço de IP 192.168.254.254.
File: modem-router1.png


Modem como Bridge (Ponte)

  • Configure o link ou links de internet no BFW 3.x como conexão pppoe. (Veja como no Capítulo <Conexões>).

  • Válido a partir da versão 3.0.259
    • Para ter acesso ao Webadmin do modem em bridge (ponte) deve-se deixar o DHCP do modem ativado.

  • Modem com o endereço de IP 192.168.1.254
File: modem-bridge1.png

Fontes



Languages Language: 

 • [Español]  • [Português do Brasil]

Ferramentas pessoais